Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

A invulgar coexistência entre pessoas e crocodilos em aldeias da Índia

Logótipo de Notícias ao Minuto Notícias ao Minuto 01/02/2019 Fábio Nunes

Há cerca de 200 crocodilos na região. Número de ataques é muito reduzido e os locais até gostam de partilhar o espaço com os répteis.

Há cerca de 200 crocodilos na região. Número de ataques é muito reduzido e os locais até gostam de partilhar o espaço com os répteis.: A invulgar coexistência entre pessoas e crocodilos em aldeias da Índia © Voluntary Nature Conservancy/Facebook A invulgar coexistência entre pessoas e crocodilos em aldeias da Índia

Seria uma visão perturbadora para a maioria das pessoas. Adultos e crianças a curta distância de vários crocodilos. Os seres humanos com os seus afazeres quotidianos e os répteis a apanhar peixes para comer ou então parados a aproveitarem os raios de sol. No entanto, em várias aldeias do estado de Gujarat, na Índia, este é um cenário habitual há várias décadas, como dá conta a BBC.

A região de Charotar está delimitada por dois rios, o Sabarmati e o Mahi que é a casa de pelo menos 200 crocodilos-persa, uma espécie que pode atingir entre quatro a cinco metros de comprimento e que é considerada extremamente perigosa.

Mas nas aldeias de Charotar, há uma coexistência praticamente pacífica. As pessoas nadam no rio, lavam-se e lavam as suas roupas ao lado dos crocodilos.

De acordo com o CrocBITE, uma base de dados global de crocodilos, os crocodilos-persa mataram 18 pessoas em todo o mundo em 2018. Mas em Charotar, a ONG Voluntary Nature Conservancy documentou apenas 26 ataques em 30 anos, sendo que 17 desses ataques envolveram gado. Uma criança morreu em 2009 e os outros oito ataques resultaram em ferimentos ligeiros.

Segundo a BBC, os habitantes locais até parecem gostar de ter os crocodilos por perto. Na vila de Deva, por exemplo, os residentes chegaram a realizar o funeral de um crocodilo que morreu e construíram um santuário à deusa Khodiyar, uma divindade local que costuma ser retratada na companhia de um crocodilo.

Não se julgue que é por esta ligação religiosa que há uma coexistência pacífica entre seres humanos e répteis. Os habitantes de Deva gostam tanto dos crocodilos que até planeiam escavar um novo lago para que os animais tenham mais espaço.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor. Descarregue a nossa App gratuita para iPhone, iPad e Android

iOS e Android


Veja também: Guarda-redes marca auto-golo insólito e desfaz-se em lágrimas

A SEGUIR
A SEGUIR

Descarregue aqui a app Microsoft Notícias e esteja sempre a par do que se passa no país e no mundo a partir das fontes mais credíveis

AdChoices
AdChoices

Mais do Notícias ao Minuto

image beaconimage beaconimage beacon