Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Bósnia-Herzegovina com recorde diário de quase mil casos

Logótipo de Notícias ao Minuto Notícias ao Minuto 22/10/2020 Lusa

A Bósnia-Herzegovina registou um novo recorde diário de casos de covid-19 nas últimas 24 horas, com 999, e 20 mortes, informaram hoje as autoridades do país balcânico.

A Bósnia-Herzegovina registou um novo recorde diário de casos de covid-19 nas últimas 24 horas, com 999, e 20 mortes, informaram hoje as autoridades do país balcânico. © Getty Images A Bósnia-Herzegovina registou um novo recorde diário de casos de covid-19 nas últimas 24 horas, com 999, e 20 mortes, informaram hoje as autoridades do país balcânico.

As grandes cidades, Sarajevo, Banja Luka e Mostar são as maiores fontes de contágio e as capacidades dos hospitais locais estão a esgotar-se rapidamente.

Para interromper a transmissão em Sarajevo, todas as escolas secundárias mudaram para aulas à distância pelo menos até ao final do mês.

Na Bósnia-Herzegovina, um país de 3,5 milhões de habitantes, existem atualmente quase 10.300 casos ativos.

A vizinha Sérvia, com uma população de sete milhões, registou 416 casos nas últimas 24 horas, uma ligeira queda em relação ao recorde diário atingido na quarta-feira e houve duas mortes por covid-19.

As autoridades alertam que a situação é ameaçadora e pedem o respeito estrito pelas medidas de prevenção.

No Kosovo, com 1,8 milhões de habitantes, registou também um novo aumento hoje, com 159 novos casos registados nas últimas 24 horas.

Em Montenegro, país de apenas 600 mil habitantes, foram contabilizados 190 novos casos e três óbitos nas últimas 24 horas, um país que a nível de pacientes hospitalizados tem 45 por cada 100 mil habitantes.

As autoridades de saúde alertam que a situação continua grave, apesar de uma ligeira tendência de queda nos últimos dias.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos e mais de 41,3 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas 2019 para Imprensa Online. Descarregue a nossa App gratuita para iOS e Android

AdChoices
AdChoices

Mais do Notícias ao Minuto

image beaconimage beaconimage beacon