Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Mais 21 casos positivos e Moçambique eleva total acumulado para 939

Logótipo de Notícias ao Minuto Notícias ao Minuto 03/07/2020 Lusa

Moçambique registou, nas últimas 24 horas, mais 21 casos positivos de covid-19, elevando o total acumulado de infeções registadas para 939, mantendo-se com seis óbitos, anunciou o Ministério da Saúde em comunicado.

Moçambique registou, nas últimas 24 horas, mais 21 casos positivos de covid-19, elevando o total acumulado de infeções registadas para 939, mantendo-se com seis óbitos, anunciou o Ministério da Saúde em comunicado. © Lusa Moçambique registou, nas últimas 24 horas, mais 21 casos positivos de covid-19, elevando o total acumulado de infeções registadas para 939, mantendo-se com seis óbitos, anunciou o Ministério da Saúde em comunicado.

Dos novos casos anunciados, entre os quais um menor de cinco anos, 20 são de nacionalidade moçambicana e um de nacionalidade burundesa.

As novas infeções pelo novo coronavírus estão distribuídas pelas províncias de Maputo (02), Nampula (07), Manica (02), Sofala (02) e Maputo Cidade (08).

Dos 939 casos registados em Moçambique, 862 são de transmissão local e 77 são importados, enquanto 249 são dados como recuperados.

O Ministério da Saúde indicou ainda que sete pessoas estão internadas e com uma "evolução clínica satisfatória".

Dos 682 casos ativos no país, as províncias de Nampula e Cabo Delgado, no norte de Moçambique, são as que registam o maior número, com 282 e 159 casos, respetivamente.

Moçambique já realizou um total de 31.784 testes de casos suspeitos de covid-19 e foram submetidas a quarentena cerca de 20 mil pessoas das mais de um milhão rastreadas.

Um total de 2.189 pessoas continuam a ser acompanhadas pelas autoridades de saúde.

Moçambique vive em estado de emergência desde 01 de abril.

O chefe de Estado, Filipe Nyusi, anunciou no domingo a prorrogação do estado de emergência pela terceira vez - o máximo previsto na Constituição - com levantamento de algumas restrições.

As escolas vão reabrir faseadamente, voltará a haver ligações aéreas internacionais com alguns países, será permitido mais pessoal nos locais de trabalho e os museus poderão reabrir.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 521 mil mortos e infetou mais de 10,88 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas 2019 para Imprensa Online. Descarregue a nossa App gratuita para iOS e Android

AdChoices
AdChoices

Mais do Notícias ao Minuto

Notícias ao Minuto
Notícias ao Minuto
image beaconimage beaconimage beacon