Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Caixa Geral de Depósitos deixa de pagar juros abaixo de um euro

Vai ser preciso investir quase sete mil euros num depósito a prazo na Caixa Geral de Depósitos para receber juros. A decisão foi criticada pela Deco, que defende incentivos para as pequenas poupanças. O banco público anunciou, que a partir de agosto, vai baixar as taxas de juro dos depósitos a prazo em comercialização. Passam de 0,05% para 0,015%. Além disso, a Caixa vai deixar de pagar os juros que fiquem abaixo de 1 euro. Ou seja: se o investidor tiver direito a um juro de 90 cêntimos, o dinheiro vai ficar no banco. Esta medida está nos contratos que os clientes assinam, embora muitos não se apercebam. Fonte oficial da Caixa Geral de Depósitos lembra que, dado o contexto atual de juros muito baixos, tem encaminhado os clientes para outro tipo de aplicações financeiras, cirando "oportunidades para que realizem uma maior diversificação das suas carteiras, seja através do investimento em seguros financeiros, fundos ou PPR. " A associação de defesa dos consumidores lembra, por seu lado, que a poupança das famílias passou de mais de 11% do rendimento em 2009 para 4,5% atualmente. A DECO defende por isso que em vez de cortar no pagamento de juros mesmo que baixos, seriam necessários mais incentivos para as pequenas poupanças, agora afetadas por um imposto de 28% sobre os juros. A política de juros baixos do Banco Central Europeu parece estar para continuar por mais algum tempo. Se favorece quem tem, por exemplo, crédito à habitação, vai continua a penalizar as aplicações em depósitos.

A SEGUIR

A SEGUIR

Desporto

SIC Notícias

RTP

image beaconimage beaconimage beacon