Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Federação Portuguesa de Futebol põe fim a acordo com a RTP

A parceria, que tinha sido estabelecida em janeiro, fica sem efeito. Durante o debate quinzenal desta terça-feira, António Costa afirmou estar "perplexo" com entendimento e expôs as suas dúvidas sobre os termos do acordo. Este acordo passava pela promoção e a partilha de conteúdos sobre o desporto português, nomeadamente o futebol, e previa a partilha de direitos, meios e recursos, ou o acesso aos arquivos das duas entidades, até 2022. A Federação Portuguesa de Futebol anulou esta terça-feira o acordo, pouco depois de este ter sido debatido no Parlamento. No debate quinzenal desta terça-feira, o primeiro-ministro anunciou que o Governo pediu explicações ao Conselho de Administração da RTP sobre a parceria com a Federação Portuguesa de Futebol para o canal 11. António Costa afirmou estar "perplexo" com entendimento e expôs as suas dúvidas sobre os termos do acordo. De acordo com a líder bloquista, Catarina Martins, que levantou a questão durante o debate, o acordo em causa é uma forma de o canal público fazer concorrência a si próprio. Governo vê "com bons olhos" fim do acordo Na resposta oficial da televisão pública, esclarece-se que "a Rádio e Televisão de Portugal e a Federação Portuguesa de Futebol têm uma cooperação histórica e que visa o desenvolvimento do desporto português, nomeadamente o futebol". "O Memorando de Entendimento, assinado a 9 de janeiro, estabelecia princípios para promover as várias seleções nacionais em Portugal e na Diáspora, bem como outras iniciativas de interesse para a RTP. Tendo a FPF entendido que o espírito do referido Memorando de Entendimento não estava a ser devidamente compreendido, entendeu cessar o mesmo", refere-se em comunicado. A RTP garante ainda que irá manter "a sua relação de cooperação com a FPF, existente há décadas, colaborando em projetos que promovam as competições nacionais e as várias seleções portuguesas no nosso país e junto das comunidades emigrantes, no cumprimento das suas obrigações de serviço público". Entretanto, o Governo também já reagiu ao cessar do Memorando de Entendimento entre as duas entidades. Questionado pela agência Lusa, o ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, afirmou que o Governo vê com "bons olhos" que a FPF tenha dado por terminado o acordo. "Parece-nos que era o mais sensato na presente situação. Agora, a RTP dará, certamente, resposta às relevantes questões enviadas em carta pelos ministros das Finanças e Cultura a que o primeiro-ministro se referiu no debate quinzenal. Por isso, neste momento, aguardamos", disse o ministro.

A SEGUIR

A SEGUIR

Mais de RTP

Mais de RTP

Mais Vídeos

Desporto

SIC Notícias

RTP

image beaconimage beaconimage beacon