Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

GNR detém 13 pessoas a região de Lisboa por assalto a idosos

Os suspeitos são acusados de se fazerem passar por enfermeiros e assistentes sociais para enganarem pessoas da terceira idade. As buscas começaram ao raiar do sol. Na Margem Sul, no Bairro Alfredo Boa Saúde, na Portela, e em São João da Talha. Neste Bairro de Loures os moradores foram apanhados de surpresa. Na Mega Operação da GNR foram feitas 42 buscas a residências e veículos. Até ao momento foram detidas 13 pessoas. Mas a polícia tem 16 mandados de captura. Homens e mulheres são suspeitos de assaltarem idosos vulneráveis sobretudo no interior do país. Faziam-se passar por empregadas de limpeza a mando da paróquia local ou diziam que eram assistentes sociais do centro de saúde que vinham ajudar com os medicamentos. Depois de entrarem em casa dos idosos recorriam à violência e roubavam ouro e dinheiro. A investigação da GNR durava há dois anos. Ao todo foram assinaladas 30 vítimas e roubos num valor superior a 100 mil euros. Os detidos serão presentes ao Tribunal Judicial de Sintra para primeiro interrogatório e aplicação de medidas de coação na quinta-feira. A operação envolveu 275 elementos das forças de segurança, entre militares da GNR e do Grupo de Intervenção de Ordem Pública e dos Comandos Territoriais de Leiria, Lisboa, Santarém e Setúbal, e elementos da PSP.
image beaconimage beaconimage beacon